Cresce o número de roubos na cidade: em seis meses foram registrados 116 boletins de ocorrência

21/jul 10:03
Por Janaina do Carmo

A quantidade de boletins de ocorrência de roubos na cidade teve um aumento de 38% no primeiro semestre de 2021 em comparação com o mesmo período de 2020. De acordo com os dados do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP), divulgados na terça-feira (20), as duas delegacias de Polícia de Petrópolis – 105ª (Retiro) e 106ª (Itaipava) – registraram 116 roubos entre janeiro e junho deste ano. No primeiro semestre de 2020, foram 84 registros deste crime.

Os roubos a estabelecimentos comerciais tiveram um aumento de 75% nos primeiros meses de 2021 comparados com o mesmo período do ano passado, de acordo com o levantamento do ISP. De janeiro a junho deste ano foram 21 boletins de ocorrência contra 12 registrados nesses meses de 2020.

O alvo dos criminosos neste tipo de crime são as joalheiras. Foram cinco assaltos só esse ano em Petrópolis, tanto no Centro quanto em Itaipava. Um deles resultou em um tiroteio entre criminosos e policiais pelas ruas do Centro da Cidade. O roubo aconteceu na Relojoaria Ângelo, na Rua Dr. Porciúncula, em maio.

Na troca de tiros uma adolescente, de 16 anos foi baleada no braço. Ela estava dentro do Terminal Rodoviário do Centro, onde também um ônibus teve o para-brisa atingido por um tiro. Uma banca de jornal na Praça da Inconfidência também foi alvo das balas perdidas.

Os criminosos foram presos no início deste mês em uma operação da Polícia Militar (PM) no São Sebastião. Também houve troca de tiros e três assaltantes foram feridos. De acordo com a polícia, os homens são da Comunidade Parque União, na cidade do Rio de Janeiro.

O levantamento do ISP também mostra um aumento nos registros de boletins de ocorrência de outros crimes neste período. Os furtos tiveram um aumento de 12,4% entre janeiro a junho de 2021 em comparação com os mesmos meses de 2020. Já os casos de estupro cresceram ainda mais, 33% neste período. E os estelionatos, tiveram um aumento impressionante de 88% no primeiro semestre de 2021 em comparação com o ano passado.

Últimas