Craques no improviso, cariocas se classificam para competição nacional de batalha de rimas

08/jun 12:52
Por Redação/Tribuna de Petrópolis

Com improviso e muita criatividade em rimas que variam desde situações rotineiras até posicionamentos sociais, jovens residentes da capital fluminense e de Volta Redonda representarão o Rio de Janeiro em busca do título nacional do Red Bull FrancaMente, uma das principais competições de batalha de rima do País. De modo especial, a disputa é inspirada no maior evento de rap do mundo, o Red Bull Batalla, e chega à segunda edição no Brasil, adaptado com exclusividade à língua portuguesa.

Por meio do aplicativo exclusivo do evento e de modo totalmente online, quatro rappers fluminenses se destacaram entre mais de 200 MCs de diferentes regiões e chamaram a atenção de um júri de peso, composto por Kamau, Slim e Mamuti, que os escolheram para as fases qualificatórias. Ale Pereira (Alezin), Herbert Miranda (Jump Freestyle), Raphael Moraes (Phl) e Lucas Fampa (Fampa MC) agora disputarão uma vaga na Final Nacional: entre os 32 classificados para essa fase, apenas 15 poderão avançar à decisão.

Para Mamuti, alcançar um consenso foi trabalhoso. “O nível geral me surpreendeu positivamente, principalmente dos MCs que não têm projeção ainda”, avalia. Slim também foi surpreendido pelos inscritos e precisou fazer um trabalho minucioso para chegar na seleção final. “Você precisa conseguir enxergar um potencial no MC”, conta. “Ele pode nem ter mandado a melhor rima, mas dá pra entender quando o cara desenvolve muito bem”, diz. Kamau reforça sobre o processo e o que impacta em um bom resultado. “Freestyle é rima de momento, então, vai de quem estava no melhor momento quando gravou o vídeo e de quem vai estar melhor no dia dos enfrentamentos finais”, afirma.

Entre os classificados, Alezin leva sua arte ao trem diariamente e, por meio de vídeo que garantiu sua classificação, destacou situações rotineiras de seu trabalho. “Eu sei porque sou rimador do trem, todos os dias estou na SuperVia, a minha intenção é propagar alegria. E eu sei que eu sou feio, mas vou além, sou aquele cara que é feio, mas rima bem. Todos os dias que eu estou fazendo verso eu vou além, porque ignorância não eleva ninguém. Todo mundo tem que ter a mente sã, fazer freestyle é o que faço desde manhã, quando eu saio de casa para brincar de free, 8h já estou no Ramal de Japeri, fazendo a pessoa sorrir.”

Nesta etapa de fases qualificatórias, que ocorre durante o mês de junho, 32 MCs do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Belém e Salvador participam de duelos e precisam convencer Clara Lima e Max B.O. de que devem avançar à Final Nacional, que ocorre em julho e será composta por 16 finalistas (15 vencedores das qualificatórias + vencedor do Red Bull FrancaMente 2018 como convidado).

O anúncio dos classificados para a fase final será no dia 24 de junho, através de transmissão no canal da Amazon Brasil, na Twitch.

Últimas