Covid: Em Petrópolis, 109.320 pessoas receberam a primeira dose da vacina

24/jun 09:29
Por Redação/Tribuna de Petrópolis

Em Petrópolis, 109.320 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 e 40.560 completaram o processo de imunização. Os dados foram divulgados pela Prefeitura de Petrópolis, na manhã desta quinta-feira (24).

A campanha de imunização segue nesta quinta em dez pontos da cidade. Para a vacinação é preciso estar cadastrado junto à Secretaria de Saúde. Os dados devem ser preenchidos no site da Prefeitura.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde, um assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. Há, ainda, informações sobre a vacinação contra a gripe. O atendimento está disponível pelo número (24) 99200-1428.

Seguem sendo vacinados no momento:

  • Gestante, puérperas e lactantes (mães de bebês com até 12 meses) com e sem comorbidades acima de 18 anos. Importante destacar que gestantes e puérperas devem apresentar laudo indicando que estão aptas a receber a vacina e lactantes devem apresentar declaração ou laudo que comprove que estão amamentando. A vacinação de gestantes, puérperas e lactantes maiores de 18 anos continuará sendo feita com a aplicação das vacinas CoronaVac ou Pfizer. As doses dos imunizantes destinadas a este público estão sendo aplicadas em dois pontos da cidade: no campus da UCP Benjamin Constant (Centro) e no Parque Municipal, em Itaipava.
  • Pessoas com mais de 55 anos sem comorbidades
  • Profissionais de Transporte Coletivo Rodoviário, motoristas de transporte escolar cadastrados junto a CPTrans e caminhoneiros (carteiras de habilitação C ou E) – maiores de 18 anos.
  • Profissionais da educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino superior e ensino profissionalizante
  • Trabalhadores da saúde com mais de 18 anos
  • Pessoas com comorbidades e deficientes maiores de 18 anos
  • Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos
  • Pessoas com autismo maiores de 18 anos
  • Idosos com mais de 60 anos (aqueles que perderam o chamamento feito anteriormente)

Últimas