Covid atinge a faixa etária mais produtiva em Petrópolis

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 05/04/2021 02:00

    Apenas uma reflexão sobre as consequências da covid na força produtiva da cidade diante dos 25 mil casos já registrados.  Na faixa acima dos 60 anos Petrópolis tem perto de 5 mil casos. Mas, na faixa de 20 a 59 anos, quando a maioria está no mercado de trabalho, são 19 mil casos já.  A taxa de mortalidade para os maiores de 60 anos (553 óbitos) é bem maior do que a faixa entre 20 e 59 anos (145 óbitos). Mas a taxa de infecção maior traz prejuízos aos trabalhadores doentes, às famílias e as empresas. É preciso proteger quem trabalha.

    Só uma saída

     A lentidão da vacinação contra a Covid-19 atrasa a recuperação econômica do país. É isso que aponta o Relatório de Acompanhamento Fiscal do mês de março, produzido pela Instituição Fiscal Independente. O estudo mostra uma projeção de crescimento da economia em 3% neste ano, mas pontua que a estimativa positiva depende de uma recuperação no segundo semestre, “condicionada ao avanço da vacinação de parte substancial da população”.

    Fala sério!

    Será quantos gênios foram necessários no governo do estado que estabeleceu um calendário único de vacinação, mas sem ter doses suficientes para a primeira imunização em mais faixas etárias? Nesta última remessa enviada às cidades foram 14 mil para todo o Estado. Repetindo: 14 mil para 92 cidades. Petrópolis recebeu 270 apenas. Ou seja, começamos a semana sem ter como ampliar muito a imunização para mais faixas etárias e a vacinação foi aberta apenas aos maiores de 69 anos.  

    Bancos

    Alguém do governo já pensou em perguntar aos bancos como será o retorno do atendimento após o feriadão meia boca? Será que vai todo mundo junto lotar as agências? É quase certo, né?

    Uma vontade muito grande de a gente estar de boa, na Praça da Liberdade como nesta foto de Isabelle Galvão…

    Foi mal

    E agora temos a banalização do pedido de desculpas. A moda de político se desculpar quando dá uma mancada começou com Eduardo Paes. Pediu desculpas quando a atriz Beatriz Segall caiu num buraco na rua e se machucou, quando falou mal de Maricá e por aí vai. Mas, tinha até um grau de sinceridade. Agora Claudio Castro, o governador interino, se desculpa pela CastroFolia aqui em Petrópolis. E ainda manda: “já pedi desculpas”. Como se encerrasse o caso.

    Lamento

    Um leitor diz que recebeu neste final de semana de amigos com idade inferior a dele, residentes, no Rio, fotos se vacinando. E questionaram porque ele ainda não tomou a sua primeira dose. Ele explicou que sexta a vacinação foi suspensa porque era feriado e só agora se anunciou faixa etária de 69 anos para receber as doses. “Me deram pêsames, extensivos aos que optaram por residir em Petrópolis”, disse esse leitor.

    Lembranças

    Olha, a falta de assunto é tanta entre os prefeitáveis – os que não querem se meter em polêmica de lockdown e vacina – que a maioria está vivendo de #tbt nas redes sociais. A gente não aguenta mais tantas recordações.

    Contagem

    Petrópolis está há 95 dias sem prefeito eleito pelo povo.

    Influencers

    E os agentes regionais que viraram youtubers? Porque a cada matinho capinado, a cada lixo recolhido é um vídeo nas redes sociais.

    Desiludido

    Sobre sua indisposição para tentar um segundo mandato, Mauro Peralta, no cargo há apenas três meses, justificou: “o salário do vereador é muito pequeno – ainda que muito maior do que o da maioria da população – pelo trabalho que se tem que fazer e uma das razões de sentir muita dificuldade para continuar vereador”.

    Articulação

    A candidatura de Daniel Silveira, deputado federal preso – agora em casa com tornozeleira – começa mesmo a tomar forma. Há chances de o vereador Octávio Sampaio ser candidato a vice em uma chapa puro sangue do PSL nas eleições suplementares.

    Ilusão de ótica? Henry Kappaun mostra para a gente que neste ângulo fica fininho o Edifício Municipal, um dos ícones da cidade.

    Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

    Últimas