Com MP de Bolsonaro Petrópolis pode comprar vacinas do Butantan

09/jan 02:00

Com MP de Bolsonaro Petrópolis pode comprar vacinas do Butantan

A Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro que prevê a compra de vacinas contra a covid-19 sem licitação e antes mesmo de autorização da Anvisa deu a segurança jurídica a algumas cidades do Estado que já fecharam acordos com o Butantan. Nosso primos ricos, Maricá e Niterói, têm inclusive o dinheiro. Já Petrópolis tem um acordo de cooperação assinado com o instituto por Bernardo Rossi para 200 mil doses, mas não foi deixado dinheiro em caixa. Hingo Hammes se for à frente com a compra vai desembolsar R$ 11 milhões.

Covid

Mauro Peralta, vereador eleito, cumpre quarentena porque a  mulher contraiu a covid. Ele não foi infectado, mas seguindo os protocolos, permanece isolado.

Bolão

Entendedores do “sistema” já fazem um bolão de apostas: quanto tempo Hingo Hammes vai resistir até sucumbir ao “as coisas do jeito que elas são?”.

Vilão

Além das festas de final de ano outro vilão vai ser o Verão. A estação está sendo considerada por epidemiologistas como um grande diferencial para a contaminação pela covid com praias cheias e muita gente viajando.

Rombo

Vai demorar e pode até ser que nunca saia a divulgação do rombo nas contas públicas deixado pela gestão passada  – e também somado com os governos anteriores.

Viralizou nas redes uma entrevista de Luciano Moreira, presidente da CPTrans. Não pelo tema, que era a fiscalização de motos barulhentas, mas pela cena atrás dele: camarada de bicicleta fazendo umas manobras radicais até levar um tombo. 

Tá osso!

Como já dizia minha vó, elogio em boca própria é vitupério. Com uma semana de nova legislatura o que mais se houve nas sessões é os vereadores elogiando uns aos outros e ao governo interino. Parece que jogaram um pó de pirlimpimpim e todos os problemas já foram resolvidos. Torcendo pra passar logo essa fase…

Orange is the new black

Marcelo Lessa é the new Marcio Arruda? Ele quer mesmo assumir o posto de polêmico e boquirroto que antes era ocupado pelo ex-líder do governo Rossi. Lessa diz que Arruda é seu guru e que aprendeu tudo com ele.

Será?

Antes de terminar a legislatura o então vereador Marcio Arruda fez um pronunciamento antecipando sobre a formação da mesa diretora. Esse pronunciamento circula hoje nas redes sociais, passada a eleição, de fato. Ele antecipa que Yuri Moura teria um cargo na mesa, assunto resolvido pelo vereador Dudu! E Márcio Arruda, tal qual um profeta, ainda manda a letra: a eleição suplementar só daqui a um ano.

Mototáxi

O governo interino anunciou que vai fiscalizar as motos barulhentas. Tem lei aprovada sancionada, mas não regulamentada. E na esteira disso Marcelo Lessa vai propor de novo o serviço de mototáxi na cidade.

Crise no HCC

O prefeito interino Hingo Hammes se comprometeu a receber o dono do Hospital Clínico de Corrêas, Marcos Paulo. Em pauta acertar a dívida que o município tem com a unidade, judicializada, inclusive. O HCC teve dois diretores afastados depois de uma investigação sobre desvio de verbas, denunciada pelo próprio Marcos Paulo. Vereadores também já se comprometeram a recebê-lo na Câmara para ajudar o HCC que vive uma crise financeira.

Longe da solução

A gente não entendeu muito bem, não. Os vereadores novatos foram aos pontos de apoio das UPAs, lotados com gente procurando atendimento para a covid. Fizeram vídeos nas redes sociais e o escambau. E verificaram que tinha médico, mas que a quantidade de gente é que tá grande e as equipes não dão conta. E ponto. Mas, vai resolver como?

 

 

 Esse ícone da arquitetura da cidade pelas lentes de José Renato Lisboa Cordeiro. 

 

 

Últimas