Com menos de 10% dos alunos nas salas do Liceu, comissão pede suspensão das aulas presenciais

13/maio 20:12
Por Luana Motta

Até esta quinta-feira (13), nem 10% dos alunos do Liceu Municipal Cordolino Ambrósio retornaram às aulas presenciais no modelo híbrido. A Comissão de vistoria das escolas informou que vai solicitar ao prefeito interino Hingo Hammes que suspenda o teste presencial na rede municipal. Na rede privada, o Colégio de Aplicação da Universidade Católica de Petrópolis suspendeu a turma de 3º ano do ensino médio após um dos professores apresentar sintomas relacionados à covid-19 nesta quarta-feira.

As unidades escolares que reabriram estão sendo monitoradas pela Comissão. Na rede pública, apenas o Liceu Municipal está com salas abertas. Na segunda-feira, 09 alunos compareceram à aula, na terça-feira apenas um aluno, e na quarta-feira nenhum aluno compareceu. “Ainda há um grande receito das famílias, elas não se sentem seguras para o retorno presencial agora. A maioria concorda com o que o que nós estamos colocando que não é o momento adequado para o retorno presencial às escolas”, disse Rose da Silveira, representante do Sepe e membro da comissão.

De acordo com a Comissão, o previsto para a Liceu, era o retorno de 80 alunos, e isso tem feito com que a equipe da escola se prepare para recebê-los, mas sem os estudantes, essa preparação se torna um prejuízo.

De acordo com Rose, há o desperdício de merenda escolar, material descartável e insumos usados pelos profissionais.

“Não está sendo produtivo, porque enquanto o professor está na sala, 99% está online sem aula, ao invés da proposta ajudar, está piorando a situação. A gente acha que não é o momento, porque o que está acontecendo com o Liceu vai acontecer com qualquer escola da rede que o prefeito propuser”, disse Rose.

Segundo Rose, com a baixa adesão, a Comissão vai solicitar a suspensão do teste de retomada das aulas no modelo híbrido na rede municipal. “Isso era para ser um teste, mas não está funcionando como teste. Solicitamos a suspensão para aguardar a queda de número de óbitos na cidade e a queda de internações. Até quando a situação estiver mais favorável. E enquanto isso dá à Prefeitura tempo para ampliar a vacina para os profissionais e melhorar as condições do ensino remoto”, disse Rose.

Questionada sobre a situação no Liceu Municipal, a Secretaria de Educação informou que a escola está preparada para receber os estudantes, seguindo todos os protocolos sanitários e fornecendo EPIs para as equipes. O município reforça que segue o plano de retorno na rede municipal e que vem acompanhando e avaliando este momento.

Unidade da rede particular suspende aulas por suspeita de contaminação

O Colégio de Aplicação da UCP suspendeu as aulas da turma do 3º ano do ensino médio nesta quarta-feira (12), após um professor apresentar alguns sintomas relacionados à covid-19. Segundo o Colégio, antes do início da aula o professor comunicou à instituição, que prontamente seguiu o protocolo e orientação de suspender preventivamente as atividades presenciais para a turma da 3ª série.

O colégio informou ainda que este foi o primeiro caso de afastamento por suspeita na instituição desde o retorno presencial das atividades escolares, que aconteceu na unidade no dia 05 de maio. E informou que todos os colaboradores que tiveram contato anteriormente com o professor receberam o suporte da equipe médica e da Comissão de Prevenção à Covid-19 da UCP/CAUCP e estão sendo monitorados, não apresentando qualquer sintomas até o momento.

Últimas