Com Guerrero fora, Vinícius Mello deve ser centroavante do Inter contra o Cuiabá

26/jul 18:22
Por Estadão

Depois de uma longa sequência de partidas no meio e nos finais de semana, o grupo de jogadores do Internacional ganhou uma folga nesta segunda-feira. A partir desta terça, o técnico uruguaio Diego Aguirre começará a montar o time para o confronto direto contra o Cuiabá, concorrente direto pela parte de baixo da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

Para o jogo do próximo sábado, que será no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, o uruguaio não poderá contar com dois centroavantes que vinham atuando como titulares: Yuri Alberto e Thiago Galhardo, que receberam o terceiro cartão amarelo contra o Athletico-PR. A tendência é que o jovem Vinícius Mello seja o comandante do ataque.

“Temos desfalques importantes. Nossos dois centroavantes (estão suspensos), mas o Guerrero está fora do jogo. Não é possível contar com ele. Temos que buscar as alternativas, mas teremos a semana inteira para treinar. Os meninos estão prontos para ajudar. Dois dias antes do jogo, vou decidir a escalação”, revelou Aguirre.

A última participação do peruano no Internacional foi contra o Always Ready, da Bolívia, no dia 26 de maio. Pela seleção do Peru foi no dia 8 de junho contra o Equador, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Após está partida ele sentiu um problema no joelho e passou por novo procedimento cirúrgico há um mês e a previsão inicial era do retorno em quatro semanas.

Como deve voltar aos treinos nesta semana e ficou um longo período em tratamento, deve permanecer cerca de 15 dias no recondicionamento físico. Se não tiver novos problemas físicos, deve voltar ao grupo antes da partida contra o Fluminense, que não tem data confirmada, mas deve ocorrer na segunda semana de agosto.

Sem o experiente jogador, Vinícius Mello, de 18 anos, deverá ser o escolhido. Desde que estreou entre os profissionais, no dia 1.° de março contra o Juventude, pelo Campeonato Gaúcho, o centroavante esteve em campo em 12 oportunidades. Já Taison e Patrick seguem em tratamento. Se forem liberados durante a semana devem retornar ao time.

Últimas