Com contágio em alta, Cuba usa vacina chinesa

29/ago 08:45
Por Estadão

Cuba, que até agora usou exclusivamente vacinas de fabricação própria contra a covid-19, vai passar a usar o imunizante desenvolvido pela chinesa Sinopharm em sua campanha de inoculação. Agentes de saúde aplicarão duas doses de Sinopharm combinadas com um reforço cubano na província central de Cienfuegos a partir deste domingo, dia 29. A eficácia da combinação de vacinas está acima de 90%, diz a mídia local, sem detalhar de onde vieram os dados. Cuba enfrenta um de seus piores momentos na pandemia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Últimas