Com avanço da vacinação contra covid, comércio volta a contratar e tem boa expectativa para fim de ano

24/out 11:00
Por Jussara Madeira

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a pandemia dando mostras de que caminha para o fim, a tendência é de que o comércio varejista de Petrópolis mostre sinais de retomada neste fim de ano. Segundo dados da Firjan (Retratos Regionais), de abril até agosto de 2021, os índices apontam aumento no número de novos postos de trabalho formais no setor, mesmo que ainda tímidos. Também há previsões otimistas para as contratações temporárias para o período.

De agosto de 2020 a agosto de 2021, a expansão foi responsável pela abertura de 1.635 postos de trabalho. Os piores meses durante o período foram janeiro e março de 2021, com respectivamente, 92 e 83 vagas de emprego encerradas. Mas de abril até agosto, os índices voltaram a subir gradativamente, tendo sido registrado em julho o melhor desempenho, com 196 novas vagas. Os dados de setembro só serão atualizados no fim deste mês.

Segundo Ernane Magalhães, presidente do Sindicato dos Comerciários de Petrópolis, um dos segmentos do comércio que ajudou na abertura de vagas foi o de varejo de alimentos. De acordo com ele, durante a pandemia, apesar de ter sido registrado o fechamento de lojas em diferentes segmentos, “foram abertos novos mercados de bairros, criando novas vagas no comércio”, explicou. Ernani acredita no crescimento das contratações para o fim de ano, principalmente de temporárias.

A boa perspectiva é compartilhada pelo sindicato patronal. Para Marcelo Fiorini, presidente do Sicomércio Petrópolis, a expectativa para o Natal é altamente positiva. “A economia está aquecida com a volta das pessoas nas ruas, consequência da vacinação que vem avançando. Acreditamos que as compras em lojas físicas vão aumentar, uma vez que no ano anterior, as vendas em meios digitais ganharam espaço, ainda por conta do isolamento social”, apontou.

“Agora teremos um retorno de parte desse consumidor que comprou via meios digitais. As pessoas tiveram que se adaptar e agora estão voltando a frequentar os estabelecimentos. Isso mostra a confiança da população na eficácia da vacinação, que se reflete também, nos baixos índices de internação”, reforça Marcelo.

Marcelo acredita, ainda, que alguns perfis de consumidores, os de roupas, por exemplo, voltarão a comprar nas lojas físicas.

O presidente do Sicomércio apontou que vem observando que os empresários estão otimistas com essa volta dos consumidores às compras e isso vai se converter em contratação de temporários. “Algumas lojas da Rua Teresa, por exemplo, já estão usando, principalmente, as redes sociais para anunciar as vagas”, destacou.

“Estamos acompanhando que os números de empregos formais estão crescendo. Estamos numa retomada dos empregos e da economia local. Os setores estão mais confiantes e com isso a contratação de temporários começa a se intensificar agora no início de novembro”, finalizou.

Últimas