Circuito LER PARA VA-LER recebe quase 50 mil pessoas em Itaipava

22/nov 20:07
Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

Quase 50 mil pessoas passaram pelo Circuito Literário LER PARA VA-LER que aconteceu em Itaipava, na última semana. A feira terminou no sábado(20), após oito dias de programação intensa e multidisciplinar na cidade, com encontros entre diferentes autores e profissionais de áreas diversas. Além de uma série de oficinas, debates, saraus, contação de histórias, teatro e atividades multiculturais. 

Nomes da cena nacional estiveram presentes, como Eduardo Bueno, Mary Del Priore, Luize Valente, Chistina Fuscaldo, Jessé Andarilho, Eliana Alves Cruz, João Barone, Adriana Falcão, Luly Trigo, Braulio Tavares, Clara Alves, entre outros

De acordo com a organização, ao longo dos oito dias foram realizadas mais de 850 atividades de que participaram mais de 35 mil estudantes, educadores e mediadores de leitura. Além do público-alvo, outras milhares de pessoas da região serrana circularam nos espaços do Circuito, totalizando cerca de 50 mil pessoas. O estacionamento do evento recebeu mais 500 ônibus!

Circuito reuniu amantes da literatura de todas as idades. (Foto: Divulgação/LER)

“Foi muito bonito ver o envolvimento de tantas crianças e jovens das escolas, interessadas na literatura, na aquisição dos livros, e o envolvimentos delas com os autores convidados. Cada vez que elas passavam pelas livrarias e encontravam os escritores, elas vibravam porque podiam estar perto, conversar e pegar autógrafo. É bonito ver como um projeto itinerante, que vai percorrer o estado fluminense, transforma e aproxima esses jovens do livro e da leitura de alguma forma”, diz Bruna Reis, diretora da LER – O Festival do Leitor.

Ao longo de 30 dias, desde a pré-produção, montagem e pós-produção, o Circuito LER PARA VA-LER impactou fortemente a economia local. De acordo com a organização do Circuito, nesse período, foram movimentadas 350 diárias de produtores, prestadores de serviços e  visitantes. Foram servidas mais 700 refeições e contratadas mais de 200 atividades culturais. A realizadora do evento, LER Cultural também criou oportunidades para os moradores conhecerem ainda mais as ações culturais do seu entorno.

“É muito importante um projeto como esse para a região porque além de levar o livro e a literatura, formando uma nova geração de leitores, nos preocupamos em envolver toda a comunidade, recrutando artistas e autores da região, mas também fazendo com que as equipes que trabalham no Circuito Ler sejam do território”, explica Bruna Reis, diretora da LER. “O projeto faz girar toda a cadeia produtiva, promovendo um impacto positivo na economia local, desde os motoristas que transportam os autores e os restaurantes que atendem os visitantes até as empresas prestadoras de serviço, como as de limpeza, segurança, pessoal de logística, montadores de tendas, empresas de refrigeração, áudio e vídeo”, reforça Bruna Reis.

A próxima edição será em São Gonçalo, de 4 a 11 de dezembro de 2021, na Fazenda Colubandê.

Últimas