China critica sanções dos EUA à Rússia

23/ago 10:33
Por André Marinho / Estadão

A China criticou nesta segunda-feira, 23, a decisão dos Estados Unidos de impor sanções contra a Rússia por conta da suposta ligação de Moscou com o envenenamento do oposicionista Alexei Navalny – e também pela construção do gasoduto Nord Stream 2.

Em coletiva de imprensa regular nesta segunda-feira, o porta-voz do ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin, caracterizou de “injusta” a presunção de que o Kremlin é culpado pelo ataque a Navalny antes de uma investigação completa. “Muito menos os EUA deveriam impor sanções unilaterais sob o pretexto da culpa presumida”, afirmou.

Sobre o projeto do Nord Stream 2, que aumentaria o fornecimento russo de gás à Europa, Wenbin comentou que as “irrazoáveis” sanções americanas violam o direito de cooperação entre os dois Estados soberanos – Rússia e Alemanha. Para o chinês, Washington se engaja em uma política externa baseada em “práticas de bullying” e com objetivo de hegemonia de longo prazo.

Últimas