Câmara fará audiência pública para discutir fornecimento de energia

  • Continua após o anúncio
    Continua após o anúncio

  • 07/jan 16:04
    Por Jussara Madeira

    Está marcada para o dia 19 de janeiro, às 19h, uma audiência pública na Câmara de Vereadores para discutir os serviços prestados pela concessionária Enel em Petrópolis. Nas últimas duas semanas, com a ocorrência de temporais e fortes ventos, diversas comunidades ficaram sem luz, algumas por dias seguidos, inclusive durante a virada do ano. No entanto, os problemas não se restringem somente quando há ocorrência de eventos meteorológicos, apontam moradores de diferentes comunidades.

    Na comunidade do Malta, em Araras, moradores chegaram a ficar mais de 60 horas sem luz entre o último dia do ano e os primeiros dias de janeiro. As quedas de energia nas duas últimas semanas foram registradas em diversos pontos da cidade, como na comunidade do Contorno, bairro Mosela, Fazenda Inglesa, Carangola, Pedro do Rio, entre outros. Segundo a Enel, os fortes ventos e a chuva ocasionaram danos na rede em toda a Região Serrana, principalmente em Petrópolis e Teresópolis, atingindo 240 mil clientes em ambos os municípios. Segundo a concessionária, os danos à rede foram ocasionados pela queda de árvores e galhos sobre os fios e também quedas de postes.

    No entanto, em diferentes locais do município, as queixas em relação aos serviços são frequentes. Na Estrada da Conceição, no Vale das Videiras, durante todo o ano passado a queda de energia foi frequente. “Nós temos problemas com a luz frequentemente, mas piorou de novembro para cá. Em dezembro, tivemos queda de luz em todas as semanas. Mas os problemas são anteriores. No ano passado, várias vezes, ao chegar do trabalho, tive que tomar banho frio porque chegava em casa e não tinha luz”, relatou Andréa Santana. “Chegamos a ficar três dias seguidos sem luz em dezembro”, acrescentou.

    O problema se repete na Estrada Santa Rita, também no Vale, onde chegou a faltar luz durante quatro dias seguidos. “O problema aqui é falta de manutenção da rede. Há muitas árvores próximas dos fios, de modo que quando chove os transformadores desarmam deixando todas as casas sem luz”, explicou Marinete Silva. Além de perderem alimentos que necessitam de resfriamento, os moradores também tiveram aparelhos queimados.

    Em Pedro do Rio, a falta de energia também é frequente na Rua José Joaquim Rodrigues. Também há relatos de falhas no fornecimento na Fazendo Inglesa, Posse e Estrada do Contorno.

    O pedido de abertura da audiência pública foi feito pelo vereador Júnior Coruja, que na última semana, acompanhou o drama de moradores da região de Araras. Segundo a Câmara, a audiência tem como objetivo cobrar da Enel em garantir a correção das falhas, assegurando à população não apenas um plano de emergência para casos urgentes, mas também a manutenção preventiva de toda a rede, de forma a reduzir os riscos de interrupção no fornecimento de energia.

    Últimas