Câmara dos Deputados aprova piso nacional de R$ 4,7 mil para enfermeiros

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • Piso beneficia 298 mil no Estado do Rio; mais de 4 mil em Petrópolis

    05/maio 11:04
    Por Redação/Tribuna de Petrópolis

    A Câmara dos Deputados aprovou, nessa quarta-feira (04), o piso nacional salarial com valor de R$ 4.750,00 para enfermeiros (para jornadas de trabalho de 30 horas semanais); R$ 3.325,00 para técnicos de enfermagem e R$ 2.375,00 para auxiliares de enfermagem e parteiras. O piso é o mínimo que deve ser pago pela iniciativa privada e pelo poder público a estes profissionais. Só na categoria de enfermeiros, o piso beneficia no Estado do Rio 298 mil profissionais registrados no Conselho Regional de Enfermagem.

    Em Petrópolis, atualmente, são quatro mil enfermeiros, técnicos ou auxiliares de enfermagem atuando nas redes pública e particular.

    A aprovação acontece às vésperas do Dia Internacional da Enfermagem, celebrado no dia 12 de maio.

    No Estado do Rio, a média salarial dos enfermeiros girava em torno de R$ 3,5 mil, mas cidades de Goiás e Pernambuco, por exemplo, registravam remuneração de menos de R$ 3 mil como piso para os enfermeiros. O projeto de lei estabelece ainda que o valor de R$ 4.750,00 será corrigido anualmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

    O Brasil tem hoje, de acordo com o Conselho Federal de Enfermagem, 2,5 milhões de enfermeiros, um aumento de mais de 50% na quantidade desses profissionais apurada pela Fiocruz em estudo feito em 2013.

    Na votação, deputados falaram sobre a importância da enfermagem que teve ainda mais visibilidade na pandemia de covid-19.

    “É um ‘sim’ como voto de reconhecimento mais do que justo e que já era para ter acontecido para que a gente possa ter em nosso país essa profissão tão importante valorizada também financeiramente”, disse o deputado Vinícius Farah.


    Últimas