Câmara de Vereadores ameaça abrir CPI das Águas

23/jul 03:30

Sem precisar o período e como chegou a esse cálculo, o vereador Dudu disse que a Águas do Imperador está cobrando 60% a mais do que poderia em aumentos indevidos. E Dudu anunciou que está ingressando na justiça para reduzir a tarifa da concessionária.  E ainda vai ter uma audiência pública. Segundo os vereadores como Gilda e Junior Paixão, que organizam o debate, eles aguardam apenas recolher alguma documentação.

Cabe mais uma

Mas Dudu deseja mais. Ele quer uma CPI da Águas do Imperador.  Ele diz que tem assinaturas suficientes. E se bobear rola, mesmo. Porque hoje – tirando a CPI do Covidão, suspensa na justiça – só tem a CPI da SinalPark e o regimento interno do legislativo permite até três CPIs simultâneas.

Pode isso, Arnaldo?

Não sei, não… Mas capaz de dar probleminha um cartãozinho fofo acompanhado de chocolates entregues aos rodoviários naquele final de semana que houve a vacinação da categoria e caminhoneiros também. O cartãozinho é assinado pelo prefeito interino Hingo Hammes; pelo presidente da CPTrans, Luciano Moreira e pelo secretário de Saúde, Aloísio Barbosa. Já foi postado em redes sociais e causou estranheza. Comprado com que dinheiro? Seria campanha extemporânea? Mas, para os Partisans, o que mais intriga: de quem foi essa boa ideia? E nem era Páscoa…

Aquecimento

A prefeitura diz oficialmente que “não produziu nem contratou ou ordenou produção de qualquer tipo de brinde”. De um Partisans, mais castigado pela vida, sobre o chocolatinho de brinde às portas de uma eleição suplementar para a qual o interino Hingo Hammes já se declarou candidato: “se continuar assim é melhor colocar Bernardo Rossi no aquecimento”.

Teve quem tenha recebido e guardado o bilhetinho aos rodoviários e caminhoneiros quando foram se vacinar.

Luz

Quem liga para a prefeitura pedindo reparos na iluminação pública recebe a informação de que somente quando a nova empresa, já licitada, começar a operar. Vitória Luz, que ainda detém o contrato já nos finalmentes, nem tchum mais.

Demão de tinta

Longe de os Partisans se meterem na vida da prefeitura, mas vamos dar uma limpadinha nos pórticos do Bingen e Quitandinha? Lodo e sujeira tomaram conta das estruturas.

Câmeras

Até setembro o governo do estado pretende abrir uma licitação pata a compra de 22 mil câmeras operacionais portáteis para serem instaladas nos uniformes dos agentes civis e militares dos órgãos de segurança pública e fiscalização. O exemplo vem de São Paulo, onde, de maio para junho, nenhuma morte por intervenção policial foi registrada nos 18 batalhões que estão usando câmeras. Os equipamentos ficam ligados durante todo o turno de trabalho, com transmissão em tempo real, e o policial não pode desligar. Dinheiro não falta. Há mais de um ano o Rio não usa verbas federais, no montante de R$ 20 milhões alocadas no Fundo de Segurança Pública do estado, para ações de “enfrentamento à criminalidade violenta”.

Pode acabar mal

Longe de os Partisans se meterem na vida da CPTrans, mas ali na Washington Luiz e Rua Bingen onde colocaram um medidor de velocidade – que parece um radar – não precisa ter, antes, uma sinalização? Porque é cada freada de desavisado na hora que avista o trem…

Raspas

Não sei, não. A gestão interina de Hingo Hammes anunciou com pompa e circunstância que esta melhorando a pavimentação de 100 quilômetros de estradas nos distritos.  Mas, está usando raspas de asfalto que o DER está retirando da União Indústria. É aquele asfalto já podrinho que é novamente aquecido e colocado sobre estrada de terra batida.  É torcer para não chover forte antes das eleições senão a água vai levar tudo embora.

A vista do alto da Trilha de Itaipava pelas lentes de José Renato Lisboa Cordeiro.

Contagem         

Petrópolis está há 203 dias sem prefeito eleito pelo povo.

Eita!

Um Partisans lembrou bem sobre a promessa de retorno de 100% da frota de ônibus da cidade a partir do dia 1º de agosto: já começa descumprindo, afinal, cai num domingo quando os ônibus circulam em horário reduzido.

Fiscalização

Partisans também gostariam de saber local e horário do ponto de encontro de vereadores e CPTrans que irão fiscalizar esse retorno de 100% da frota de ônibus às ruas da cidade. E também como será a operação – permanente – de fiscalização. Porque vai ter, né?

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br     

Últimas