Baixada Santista tem praias mais vazias e protesto de surfistas

27/mar 21:33
Por Lucas Melo, especial para o Estadão / Estadão

O dia amanheceu com sol e muito calor na Baixada Santista, porém, com o “lockdown” em vigor, as praias ficaram vazias neste sábado, 27, data que marca o primeiro fim de semana com medidas mais restritivas impostas pelas prefeituras da região. Na praia do Boqueirão, em Praia Grande, cerca de 60 surfistas protestaram pela liberação do esporte na área.

Desde a última terça-feira, 23, as cidades da Baixada Santista estão em “lockdown” e todas as praias estão fechadas, tanto para os banhistas quanto para os esportistas. Mesmo com o fechamento do comércio, mercados e padarias durante todo o dia, muitos veranistas foram para o litoral. Segundo a concessionária Ecovias, da 0h às 23h59 desta sexta-feira (26) cerca de 37,4 mil veículos passaram pelas rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes.

Apesar da chegada de muitos veranistas, o fluxo de carros e motos nas ruas e avenidas da Baixada Santista foi menor se comparado a um sábado de sol fora do “lockdown”. O movimento de esportistas nas orlas, porém, é mais intenso do que foi durante toda a semana. Nas praias das Astúrias e Pitangueiras, em Guarujá, foi fácil identificar pessoas praticando caminhada, corrida ou pedalando, muitas delas sem fazer o uso de máscara de proteção.

“Estou achando certo que está tudo fechado porque é a vida da gente que está em risco. A saúde vem em primeiro lugar. Tem que seguir à risca o que é necessário para a segurança das pessoas”, disse o ciclista José Alberto Vieira, 66 anos, que fazia o uso de máscara enquanto praticava sua atividade física.

No Boqueirão, o protesto reuniu cerca de 60 surfistas. Eles se reuniram por volta das 9h na avenida Presidente Costa e Silva e questionaram o fechamento total das praias, já que no decreto publicado sobre o “lockdown” na cidade a prática de atividade física individual é permitida das 5h às 8h e das 17h às 19h30.

Em Santos, além da faixa de areia e do mar, também é proibido ficar ou praticar atividade física, mesmo individual, no calçadão da orla, que foi totalmente isolado pelo poder público municipal. Nesta manhã, os esportistas usaram a avenida da praia para correr ou caminhar.

Neste sábado, 27, e domingo, 28, os mercados e padarias só podem funcionar por delivery. Conforme identificado pela reportagem, a norma foi cumprida pelos estabelecimentos comerciais. O funcionamento durante a semana é permitido apenas até as 20h. Na sexta, grandes filas se formaram nos mercados da região, com muitos produtos acabando nas prateleiras.

Também na sexta-feira, a Baixada Santista contabilizou 381 novos casos e 13 mortes causadas pela covid-19, totalizando 111.214 confirmações e 3.667 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia. Além disso, são 4.072 casos suspeitos, 111 óbitos em investigação e 96.968 pacientes recuperados.

Últimas