Aumento na procura pela vacina contra a gripe esgota doses em poucas horas em Petrópolis

  • Continua após o anúncio
    Continua após o anúncio

  • 04/jan 15:31
    Por Vinícius Ferreira

    Petrópolis ficou quase 20 dias sem doses da vacina contra a gripe. Nesta segunda-feira (3), após o envio de 2.370 unidades do imunizante pelo governo do Estado, a vacinação foi retomada, durante a tarde. Mas, bastaram poucas horas para que as doses se esgotassem em todos os postos da cidade.

    “Eu havia esquecido a carteira de vacinação, voltei em casa para buscar e quando voltei ao posto (Centro de Saúde Dr. Jorge Ferreira Machado) do Itamarati já não tinha mais”, relatou Tânia Alves, que procurou a unidade na tarde de ontem.

    A cidade recebeu na última quinta-feira (30) da Secretaria de Estado de Saúde mais de 2 mil doses da vacina contra a Influenza. A Divisão de Imunização da Secretaria de Saúde do município havia informado que uma logística de distribuição das doses foi feita e a população poderia ser vacinada em 13 unidades de saúde. Em dezembro, a cidade também chegou a receber um lote de imunizantes, com cerca de 2.200 doses, que também acabou em um dia.

    Casos de Influenza geram corrida aos postos de vacinação

    A vacinação contra a gripe foi aberta nos postos de saúde e hospitais da cidade em abril (em julho para toda a população). De acordo com a Secretaria de Saúde, 126.066 pessoas receberam a vacina contra o vírus da gripe no ano passado. Sendo, 86.510 parte do público alvo da campanha e outras 39.522 que procuraram as unidades de saúde quando a vacinação foi aberta a toda população.

    No entanto, apesar da oferta da vacina, a procura foi baixa ao longo do segundo semestre. Mas o surgimento de casos da Influenza A na capital gerou uma corrida aos postos. “Está todo mundo preocupado. É a covid-19, é a gripe agora. Não dá para deixar de ir”, disse Maria Lúcia Alves, que não faz parte do público-alvo da campanha, mas decidiu buscar o posto do Itamarati assim que soube que haveria novas doses. “Felizmente, consegui vacinar”, conta.

    Oficialmente, a campanha de imunização do Ministério da Saúde terminou em outubro. Este ano, foi subdividida em três fases, começando em abril com a vacinação de crianças e profissionais de saúde, seguida por idosos e professores e posteriormente para os demais grupos. Desde 8 de julho a vacinação foi aberta a toda população. Importante destacar que, embora inicialmente o Ministério da Saúde tenha estabelecido um intervalo de 15 dias entre as vacinas contra covid-19 e influenza, atualmente, seguindo as orientações do Ministério, não há mais necessidade de intervalo para a aplicação dos dois imunizantes.

    A Tribuna de Petrópolis questionou a Secretaria de Estado de Saúde e a Prefeitura se há previsão de chegada de novas doses da vacina contra a gripe e aguarda resposta. 

    Últimas