Após baixa adesão e afastamentos, Liceu Municipal suspende aulas híbridas até junho

22/maio 09:57
Por Luana Motta

A Secretaria de Educação informou que vai suspender as aulas presenciais no Liceu Municipal Cordolino Ambrósio, e os alunos continuarão com as aulas remotas nas próximas duas semanas. A fase de teste foi suspensa por quinze dias. Dos 13 professores do 3º ano do Ensino Médio do Liceu, um estava de atestado médico antes da definição da data do retorno e 9 apresentaram atestados médicos por motivos diversos após o anúncio da retomada das aulas no modelo híbrido, justificando ausência nesta fase. Segundo a Secretaria de Educação, não houve registro de suspeita ou confirmação de covid-19 na unidade nesta primeira fase de testes.

Leia também: Com menos de 10% dos alunos nas salas do Liceu, comissão pede suspensão das aulas presenciais

A adesão presencial de alunos e professores foi baixa nestes primeiros 15 dias de teste. A Secretaria esclareceu que os alunos foram separados em dois grupos, como previsto no Plano de Retorno, e a escola preparou três salas para atendimento específico das três turmas de 3º ano com televisões smart, wi-fi para alunos e professores e equipe gestora a postos.

No primeiro dia de aula, 10 de maio, onze estudantes estiveram na unidade e apenas uma professora compareceu. Nos dias seguintes, a presença dos estudantes foi caindo. O mesmo cenário foi observado nos dias que seguiram com relação aos docentes: dos esperados na escola, apenas três compareceram em dias alternados. A Comissão que faz as vistorias nas escolas disse que na primeira semana de aulas tiveram dias que não compareceu nenhum aluno no Liceu Municipal.

Leia também: Menos da metade dos alunos comparece as aulas presenciais no Liceu Municipal

“A fase teste foi feita e um relatório gerado, conforme o combinado. Agora, a Secretaria de Educação está avaliando o cenário, conferindo como as atividades foram ofertadas para esses alunos, inclusive de forma remota para que possamos dar os próximos passos”, afirma a secretária Márcia Palma.

Segundo a Secretaria, a previsão é de que as aulas presenciais no Liceu retornem em junho. A equipe da secretaria informou ainda que segue em diálogo com a equipe gestora da unidade, avaliando o plano da própria escola para definir a estratégia, o acolhimento necessário tanto para alunos quanto para os professores.

Últimas