Alunos de escolas públicas devem ser aprovados automaticamente

04/out 02:37

Ano passado, por decisão do Conselho Nacional de Educação, ficou orientado que os anos letivos de 2020 e 2021 poderiam ser unificados, em todo o pais, para fins de aprovação dos alunos. O plano era em dois anos ter um ensino eficiente para que os alunos recuperassem o ano da pandemia. A medida foi adotada para evitar a evasão escolar. Petrópolis, com 42 mil alunos na rede pública municipal, adotou a plataforma Educa em Casa e tarefas impressas buscadas pelos pais nas escolas. O sistema funcionou com muitas reclamações de alunos, pais e professores. Eis que este ano continuou tudo na mesma na versão online e as aulas presenciais ainda estão retornando de forma escalonada e com apenas duas horinhas diárias de aula.  Ministério da Educação e Conselho Nacional de Educação vão discutir agora aprovação automática para todos os alunos no Brasil.

Profecia

De um entendedor de política sobre a candidatura do interino Hingo Hammes a prefeito: “compôs tanto e de forma tão inusitada que se perdeu. Foi pro saco”.   A conferir.

Baixa a bola

Ainda existe saída para o professor Leandro Azevedo, preterido pelo seu partido, o PSD, em favor de Hingo Hammes, o interino, na disputa das eleições suplementares. Mudar de legenda. Já tem gente ajudando, mas deram um toque no professor: precisa calçar as sandálias da humildade.

Não é por nada, não, mas agora já estão fazendo para afrontar o professor Leandro Azevedo…Na véspera de anunciar o embarque no PSD na prefeitura, Hingo Hammes foi beijar a mão de Eduardo Paes.

Mais uma ‘rua do grau’

Talvez seja o asfalto, mas o fato é que a Avenida Marciano Magalhães, no Morin, se tornou uma das preferidas dos motoristas e motoqueiros para exibirem a potência de suas máquinas. Sem redução de velocidade e com risco de um grave acidente a qualquer momento.

Ainda a covid

Neste período pandêmico 16% da população de Petrópolis teve a covid.  É um número bem expressivo: 48 mil pessoas. E para quem acha que já acabou ficam os dados mais recentes: 1.519 mortos sendo 49 apenas em setembro.

A gente avisou

Nos idos de 2020 já na campanha eleitoral avisamos a Bernardo Rossi que concorria à reeleição: candidatos a vereador que não colocaram nem foto do seu candidato a prefeito em seus adesivos de carro jamais iriam defender a ex-gestão depois de eleitos…

Contagem         

Petrópolis está há 277 dias sem prefeito eleito pelo povo.

Como assim?

Ué? Mas essa a gente não entendeu… O prefeito interino Hingo Hammes tem dito a alguns interlocutores que não queria ter dado a Secretaria de Educação ao Psol. Faz crer que foi ‘obrigado’.

Tá feia a coisa!

Quem já olhou assim por alto as coisas na Secretaria de Educação, agora sob nova direção, diz que o troço está um balaio de gato. De gato louco. “É de dar medo”, definem.

Deserta

Nove empresas especializadas foram convidadas a participar de uma licitação para fornecimento de flores e arranjos para o gabinete do prefeito interino Hingo Hammes. E ninguém apareceu. E olha que a licitação que deu deserta nem era tão ruim: R$ 55 mil. Deve ser a fama de má pagadora da prefeitura que afastou as empresas.

Secretária

A nomeação de Rosângela Stumpf no primeiro escalão do governo municipal, um acordo do interino Hingo Hammes com o PSD, visando apoio para sua eleição a prefeito, saiu só ontem, mas ela já desfilava pelas ruas da cidade com pose de secretária. Só não confirmava que seria à frente da Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública. Rosângela, dado o balaio de gatos que é a SSOP, não queria a pasta. Aí deram o jeitinho nesta vaga na Secretaria de Controle Interno.

Um dos detalhes do Orquidário Binot, no Retiro, o mais antigo do país com 151 anos.

Turismo colaborativo

Tramita na Câmara dos Deputados o projeto que regulamenta a prática, no Brasil, do turismo colaborativo – sistema que permite ao hóspede pagar sua estada por meio da prestação de serviços no estabelecimento hoteleiro, sem configurar vínculo empregatício. Usual em outros países, o projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de ir a plenário.

Sucata

Você conferiu aqui nas páginas da Cidade da Tribuna que o carro que faz o atendimento Consultório de Rua destinado à população em situação de rua está caindo aos pedaços.  O veículo quebrou no Quitandinha. Outro carro foi mandado para buscar os profissionais e quebrou também. E mandaram um terceiro veículo que também quebrou. Já no décimo mês de gestão interina ainda rola de falar que a culpa é do governo passado?

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

Últimas