Alto da Serra terá o espaço de acolhimento Padre Francisco Montemezzo

12/abr 16:53
Por Redação / Tribuna de Petrópolis

Com objetivo de atender pessoas que vem à Petrópolis fazer tratamento contra o câncer e hemodiálise, a Paróquia Santo Antônio, no Alto da Serra, inaugurou no sábado, dia 10 de abril, o Espaço de Acolhida Padre Francisco Montemezzo.

O nome foi escolhido para homenagear o pároco emérito da Paróquia, que por mais de 30 anos trabalhou no Alto da Serra onde acolhia os carentes e doentes de Petrópolis. O serviço estará funcionando a partir da segunda semana de maio.

A inauguração contou com a presença do bispo da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, OSB, que presidiu a missa, concelebrada pelo Pároco, Padre José Celestino Coelho e acompanhada pelos fiéis na forma presencial, seguindo todas as regras de segurança sanitária e pelo canal do Youtube da Paróquia.

Padre José Celestino agradeceu o apoio de todos, afirmando que a homenagem é merecida pelo grande trabalho realizado pelo Padre Francisco junto as pessoas carentes.

Padre Francisco segue internado no SMH

Dom Gregório Paixão emocionou a todos ao fazer um relato sobre a atual situação de saúde do Padre Francisco, que se encontra internado no Hospital SMH onde vem recebendo todos os cuidados pela equipe médica. “Padre Francisco está nos evangelizando apenas com seu sorriso”, afirmou o bispo diocesano, relatando que neste momento o sacerdote não fala mais, é alimentado por uma sonda e recebe todos com um sorriso.

Dom Gregório disse que, por determinação da equipe médica, a visita ao Padre Francisco está proibida para evitar que ele contraia algum tipo de infecção.

O espaço de acolhimento

O Espaço de Acolhimento, segundo a Irmã Dilma Maria, assessora da Pastoral da Caridade, foi criado a partir do desejo do Padre José Celestino em ter um local par acolher os irmãos necessitados. Muitos são acolhidos pela casa da Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos (APPO) e por outras instituições. Mesmo assim, a demanda é maior do que a existência de locais para acolhimento. Por isso, o espaço estará aberto a todas as pessoas, desde que atendam aos critérios de acolhimento e estejam acompanhadas por um cuidado.

Ainda segundo a Irmã Dilma, seguindo o desejo do Padre Celestino e com apoio da Assistente Social da Mitra Diocesana, Gisele Carvalho, o espaço foi criado e contaram com apoio de vários benfeitores e da comunidade católica do Alto da Serra que possibilitaram a construção do imóvel que conta com quatro quartos, cozinha, sala e banheiros. O espaço será mantido pela Pastoral da Caridade com alimentos, material de higiene e outros insumos necessários para o acolhimento. No entanto, cada acolhido deverá ter um acompanhante que será o responsável pela alimentação de cada paciente.

“Este é um serviço de caridade, de acolhimento seguindo o carisma do Padre Francisco e o desejo do Padre Celestino. Por isso, estamos preparando uma equipe que será responsável pelo acolhimento e contamos com o apoio de uma enfermeira voluntária”, afirmou, ressaltando que profissionais de saúde interessados em serem voluntários neste trabalho, como fisioterapeuta e outros, podem entrar em contato com ela.

Últimas