Alento para quem tem precatórios a receber: prefeitura volta a pagar

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 05/ago 01:55

    A prefeitura de Petrópolis tem R$ 195 milhões de dívidas em precatórios.  Só em processos sob a esfera do Tribunal de Justiça do Estado são R$ 146 milhões.  Na gestão interina de Hingo Hammes chegou a haver bloqueio de repasse de ICMS para pagar os precatórios cujo parcelamento especial, feito no governo de Bernardo Rossi, acabou deixando de ser recolhido. Eis que agora a prefeitura vem pelo menos empenhando verbas para o TJ para o pagamento de precatórios. Pelo menos a soma, este ano, de verbas empenhadas, é de R$ 14,5 milhões.  O regime especial que o município se enquadrou prevê o parcelamento dos pagamentos até 2029.

    Cadê o contrato?

    A Câmara de Vereadores promoveu uma audiência pública sobre o concurso público para a Educação, mas fez a mesma linha da prefeitura: não expôs o valor do contrato para a terceirização de 1,1 mil funcionários da Educação. Porque eles sabem, né? Não é possível que os fiscalizadores do executivo não saibam… São dois contratos – o primeiro firmado pela gestão Hingo Hammes no valor de R$ 46 milhões com a De Sá e, o segundo, por Bomtempo, com a Capital Ambiental, em custos até hoje desconhecidos.

    Números não batem

    E mais: os números de funcionários necessários não batem. Se havia 1.446 os profissionais na rede de Educação que recebiam como autônomos em 2019, e no ano passado Hingo Hammes fez a terceirização de 1.100 e hoje o concurso prevê preenchimento de 877 vagas, a rede vai continuar com um déficit de 569 trabalhadores? E se continuar com esse déficit continua a terceirização eternamente?

    Os autores Paulo Rezutti e Claudia Thomé Witte estarão amanhã, às 15h, na Livraria Nobel, para a tarde de autógrafos do livro “Sissi e o último brilho de uma dinastia”. O evento marca o lançamento nacional da publicação e os historiadores decidiram pela Nobel em Petrópolis simbolizando a reestruturação da empresa que foi atingida pelas chuvas.

    Zona eleitoral

    Partisans das antigas estão bestas com essa eleição: nunca viram um pleito tão zoneado em termos de cabos eleitorais estarem apoiando candidatos a estadual e federal fora das ‘dobradinhas’ oficiais. Tá tudo junto e misturado.

    Sextou!

    Hoje, Dia Internacional da Cerveja, a Secretaria estadual de Turismo lança o Guia dos Bares e das Cervejarias Artesanais do Estado. Ou seja, um duplo ‘sextou’. O catálogo traz 110 bares e fábricas de cervejarias artesanais cadastradas em 29 municípios do estado. E que os outros nos invejem: Petrópolis aparece com nada menos que 25 estabelecimentos. E viva a Capital Estadual da Cerveja! 

    Tá chegando a hora!

    Faltando apenas uma semana para a Bauernfest, a prefeitura ainda não sabe como será a operação no trânsito como, por exemplo, se volta a Rua Nelson de Sá Earp como mão única. Ô, gente, acelera!

    Transparência

    Depois de quase seis meses, a Comissão de Transparência da Câmara de Vereadores que investiga como está sendo usado o dinheiro que chegou ao município após as chuvas deste ano apresenta seu relatório hoje.  Mas Partisans, escaldados que somos, estamos duvidosos. Afinal, no seu próprio Portal da Transparência a Câmara de Vereadores publicou apenas uma ata, a primeira, das inúmeras reuniões que os vereadores fizeram (porque devem ter feito, né?) para analisar documentos.

    Contrastes

    Longe de os Partisans defenderem a gestão Bernardo Rossi, mas se hoje ainda fosse seu governo os gastos com a Bauernfest, a própria realização da festa em um ano de tragédia, as polêmicas com barracas e todos os demais temas levantados, já teriam rendido CPI, denúncias ao Ministério Público e o escambau.  Este ano, a Câmara de Vereadores tá quietinha.

    Quem fiscaliza?

    Falando em vereadores, cada um tem um candidato a deputado estadual e federal – quando eles próprios não são o candidato. Assim, como será o rendimento das sessões agora a partir do dia 16, quando começa a campanha, até o final de setembro?

    Começa hoje e segue até domingo, no Parque de Exposições, em Itaipava, a oitava edição do Serra Bugs, considerado o maior evento de carros antigos da região serrana. 

    Essa, não!

    Por essa os vereadores de Petrópolis não esperavam. Enquanto eles lutam aqui para tentar alugar 15 carros por R$ 1,4 milhão por quatro anos, no Rio o presidente do legislativo municipal, Carlos Caiado, liberou para o vereador que quiser alugar carros blindados. Cada um vai receber R$ 7,5 mil por mês para alugar o veículo.

    Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

    Últimas