Ainda sem novo espaço, alunos da E.M. José Fernandes serão realocados em prédio de escola vizinha

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 08/abr 05:00
    Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

    Quase dois meses da tragédia do dia 15 de fevereiro, cerca de 450 alunos da Escola Municipal Vereador José Fernandes, no Alto da Serra, ainda não retornaram às aulas. O motivo é a dificuldade em alugar um novo espaço. O prédio onde funciona a escola, ao lado do Pronto Socorro do Alto da Serra, foi atingido por uma barreira. Alunos ficaram feridos, e a estudante Evelyn Luiza morreu atingida pela barreira. A escola está interditada, e os alunos serão realocados em um espaço ocioso no prédio da Escola das Comunidades Santo Antônio, também no Alto da Serra. 

    O anúncio foi feito na noite de quarta-feira (6) em reunião com os pais e responsáveis, a equipe gestora da unidade e a secretária de Educação, Adriana De Paula.

    “Essa é uma medida temporária como forma de garantir o retorno desses estudantes às salas de aula. Continuamos em busca de um novo espaço que vamos alugar para abrigar exclusivamente os alunos da José Fernandes. Também já estamos programando as obras no prédio da escola que foi atingido pelo deslizamento do dia 15 de fevereiro”, disse o prefeito Rubens Bomtempo. Cerca de 100 pessoas participaram da reunião, que aconteceu na Paróquia de Santo Antônio. 

    No dia 1º de março, o prefeito Rubens Bomtempo visitou a E. M. José Fernandes e anunciou que a prefeitura estava iniciando o trabalho de contratação emergencial da empresa que faria a obra no local. Passados mais de um mês, a contratação ainda não foi realizada.

    Espaço que vai receber os alunos passa por limpeza

    Na reunião, a secretária de Educação Adriana De Paula explicou que a Escola Comunidades Santo Antônio está passando por limpeza e reorganização dos espaços para receber os alunos das duas unidades. “Desde o dia 15 de fevereiro a escola é ponto de abrigo para as famílias vítimas das chuvas. Conseguimos que todas essas famílias fossem para locais seguros e agora podem retomar suas vidas. Esta semana, a escola passará por um processo de limpeza e reorganização. A previsão é que até a próxima quarta-feira, dia 13, as aulas sejam reiniciadas”, completou Adriana.

    Alunos que desejarem, podem fazer transferência para outras unidades

    Durante a reunião também foi informado aos pais que a transferência de matrícula está funcionando normalmente na sede da Secretaria de Educação (prédio Frei Memória ao lado da Praça da Águia, no Centro da Cidade). “Muitas famílias deixaram a região do Alto da Serra e sabemos da importância de manter os filhos estudando o mais próximo de casa. As transferências para aqueles que quiserem podem ser feitas na Secretaria”, disse a secretária.

    A secretária também explicou que não haverá alteração nos horários de funcionamento das duas escolas, assim como no uso dos uniformes, que continuam os mesmos. A Prefeitura informou também que irá entregar kits de material escolar para aqueles estudantes que foram diretamente afetados pelas chuvas. 

    Quem desejar fazer a transferência dos alunos, pode se dirigir ao Setor de Matrícula da Secretaria de Educação, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

    Últimas