Agora buscam Deus

  • 07/05/2020 12:00

    Estamos cada dia mais assustados com a pandemia. A economia entrando em colapso, as pessoas doentes ou morrendo. O sistema de saúde sem condições de atendimento adequado aos doentes.
    E temos observado um fenômeno que se repete em casos onde a vida parece estar entrando numa derrocada sem solução: todos buscam a Deus! Deus vai ter misericórdia e nos socorrer!

     

    Pois bem, esses que hoje buscam a Deus deixaram Deus de lado por centenas de anos. Nunca houve tanto deboche e vilipêndio da fé cristã em nosso Brasil como nos últimos anos. Nunca houve na Europa tantos ateus. No Brasil, o número de ateus também cresce. O comportamento social tem espelhado uma vida sem Deus. Na boca das pessoas, de 10 palavras, 11 são palavrões. O lema “sexo, drogas e rocknroll” virou “sexo, drogas e funk”. Igrejas evangélicas tem usado Deus como meio de enriquecimento. A corrupção tem alcançado níveis nunca antes visto. Nossa maneira de gerir a economia não tem priorizado o bem estar de todos. E ninguém consegue fazer nada. Tanto pobres como ricos buscam somente seu próprio bem-estar sem perguntar pelo outro. O avanço da sociedade, da ciência e tecnologia nos últimos anos tem dado ao ser humano novamente a impressão de que é deus, de que tudo pode. No meio de tudo isso, sem aviso prévio, aparece um vírus invisível ao olho humano e coloca a humanidade numa situação nunca antes vista em sua história.

    Lembro neste momento que, no Antigo Testamento, em muitos momentos, o povo de Israel agia como agem os seres humanos hoje. Abandonavam Deus. E um texto que sempre tenho em minha mente é o de Deuteronômio 30.15-20: “Vê que proponho, hoje, a vida e o bem, a morte e o mal; se guardares o mandamento que hoje te ordeno, que ames o Senhor, teu Deus, andes nos seus caminhos, e guardes os seus mandamentos, e os seu estatutos, e os seus juízos, então viverás. Porém, se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido, e  te inclinares a outros deuses, e os servires, então, hoje, te declaro que, certamente, perecerás.”

    A ESCOLHA É NOSSA. Deus não nos obriga a seguir seus ensinamentos. E a humanidade optou por seguir seu caminho sem Deus. E, muitos dos que dizem seguir a Deus, o fazem para satisfação de seus interesses. E agora todos querem que Deus nos socorra!

    Mesmo buscando a Deus pelo interesse egoísta da nossa sobrevivência, sabemos que temos um Deus que tem amor e misericórdia acima de qualquer entendimento humano. “Tu és Deus misericordioso  e estás pronto para nos perdoar, mesmo quando nos revoltamos contra ti”, diz Daniel 9.9. 

    E quem não lembra de Jonas e da cidade de Nínive? Jonas fugiu no sentido contrário ao que Deus mandara porque sabia que Deus não iria destruir Nínive por ser um Deus que perdoa: “Ó Senhor Deus, eu não disse, antes de deixar a minha terra, que era isso mesmo que ias fazer? Foi por isso que fiz tudo para fugir para a Espanha! Eu sabia que és Deus que tem compaixão e misericórdia. Sabia que és sempre paciente e bondoso e que estás sempre pronto a mudar de ideia e não castigar.” (Jonas 4.2)

    Tenho a convicção de que Deus nos perdoa. Teremos uma nova chance. A única incógnita que fica é o valor do preço que iremos pagar por termos desprezado a oferta de vida que Deus nos deu. Muitos dizem que a humanidade irá aprender e mudar. Isso certamente não irá acontecer. A história tem mostrado isso. Mas a esperança permanece.

    Últimas