Abertura do 20º Festival de Inverno de Petrópolis acontece nesta terça com a Orquestra-Escola Petrópolis

13/set 09:47
Por Redação/Tribuna de Petrópolis

De 14 a 19 de setembro (de terça a domingo), a Dellarte promove o tradicional Festival de Inverno de Petrópolis. Este ano, em uma nova versão: híbrida, com concertos presenciais e online.

O Concerto de Abertura, nesta terça-feira, dia 14, às 19h30, terá transmissão ao vivo, direto do Salão Nobre da UCP e com portas abertas ao público, apresentando a Orquestra-Escola Petrópolis, com regência do Maestro Marcelo Vizani em um programa que inclui Bach, Mozart, Vivaldi, Cesar Franck e Pachelbel.

Todos os eventos são gratuitos e precedidos de comentários, visando o melhor aproveitamento dos espetáculos. Para a Campanha da Solidariedade, tradicionalmente realizada pelo Festival, solicita-se ao público participante a doação de um alimento não perecível.

Serão seis dias de evento, e neste ano, o Instituto Dellarte fez uma importante parceria com a UCP (Universidade Católica de Petrópolis) que cederá seus espaços para receber o Festival.

“Com a normalidade retornando paulatinamente às nossas vidas e boa parte da população já vacinada contra a Covid-19, temos hoje um panorama bem mais animador que o do ano passado, quando tivemos como única saída realizar o nosso tradicional Festival de Inverno Dellarte totalmente online, uma forma de oferecer ao público, pelo menos, a oportunidade de não perder inteiramente o contato com a arte”, exalta Myrian Dauelsberg, presidente da Dellarte.

Para os eventos presenciais, o Festival seguirá todos os protocolos de segurança para a Covid-19, indicados pelos órgãos competentes, incluindo a exigência do uso de máscara, a disponibilização de álcool gel e o distanciamento social. O número de visitantes também será limitado, com indicação de horário de entrada e tempo de permanência.

Orquestra-Escola Petrópolis

Fruto da iniciativa do maestro Marcelo Vizani, o recém-criado projeto nasceu em 2021. Vizani é um nome bastante conhecido no cenário cultural de Petrópolis e região, por sua atuação à frente de diversos e importantes corais, grupos artísticos e orquestras. A Orquestra-Escola Petrópolis foi criada com o objetivo de otimizar a qualificação dos músicos oriundos das orquestras locais. Para tanto, foram trazidos professores do mais alto gabarito. Apesar do pouco tempo de implantação, o projeto já tem no portfólio quatro concertos de grande sucesso — sendo três deles no formato virtual e um no presencial. Este último contou, inclusive, com a presença da secretária de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, Danielle Barros, que louvou o trabalho, destacando não apenas o talento e profissionalismo dos músicos, como a relevância da proposta do projeto.

Mestre em Educação e Tecnologias Digitais pela Universidade de Lisboa, Marcelo Vizani é graduado em regência pelo Conservatório Brasileiro de Música do RJ e pós-graduado em Teologia pela Universidade Católica de Petrópolis. Em sua trajetória acadêmica, foi aluno de professores como os maestros Isaac Karabtchevsky, Ernani Aguiar e Carlos Moreno. Traz ainda em seu currículo o cargo de regente-auxiliar do Coral Canarinhos de Petrópolis. Foi também maestro titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica Jovem da Fundação CSN, em Volta Redonda. Atualmente é vice-reitor da UCP, diretor-geral da Rádio UCP-FM, professor do curso de Licenciatura em Música na UCP, maestro do Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis e do Coral Laus Deo, do Colégio de Aplicação da UCP.

Últimas