A UPA que transformou um ex-secretário de Saúde em inquilino do ano

  • 24/12/2019 09:18

    Trabalho social

    Os contribuintes petropolitanos podem ajudar, destinando até 6% do valor do imposto de renda devido, a pagar ou restituir, o funcionamento da Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí, um excelente trabalho da Fundação Oswaldo Cruz, que, em Petrópolis, funciona no Palácio Itaboraí, que já foi sede do governo estadual. O projeto já existe há seis anos e oferece formação orquestral humanística e profissionalizante a mais de 100 adolescentes. Os contatos podem ser feitos por meio do endereço irquetransforma. org.br.

    É possível ajudar, com parcela do imposto de renda a pagar, o belo trabalho desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz, com a sua Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí. Foto: Divulgação

     

    Boa avaliação

    O prefeito Bernardo Rossi e os secretários Renan Campos, chefe de Gabinete e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e Denise Quintella, de Assistência Social, comemoram a avaliação positiva feita pela representante da Unesco, Kelly Cristina Alves, depois de conhecer o programa Criança Feliz, desenvolvido pela Prefeitura de Petrópolis. Trata-se de um programa que já acompanha 600 famílias em atendimento e acompanhamento de gestantes e crianças de zero a três anos. O Criança Feliz já tem 23 visitadores e o programa pode ser expandido.

    O projeto Criança Feliz, da Prefeitura, foi visitado e recebeu avaliação positiva de representante da Unesco. São 600 famílias atendidas. Foto: Divulgação

     

    Antes assim

    O empório que assumiu o prédio onde funcionava o Xodó, no Valparaíso já está fazendo obras no local, para reabrir o espaço.

     

    Em segredo

    Aliás, o processo contra o vereador Roni Medeiros, que levou ao seu afastamento das funções públicas, corre em segredo de Justiça. Não há como acompanhar seus recursos e o teor das decisões contrárias que têm sido dadas pelo Tribunal de Justiça.

     

    Maldade extrema

    O ex-secretário de Saúde, vereador Silmar Fortes, tem sido chamado de “inquilino do ano”, em rodas políticas de que participam também defensores do governo municipal. É referência ao contrato de aluguel do prédio da UPA de Itaipava.

     

    Choro

    Um colega de governo diz que o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, chorou, ao falar sobre a decisão da Câmara de destituir seu irmão, o vereador Roni Medeiros, da presidência. Pôs o resultado da votação sobre o caso na conta de perseguição à família. Como esse desabafo aconteceu no jantar de confraternização de fim de ano, que reuniu o prefeito Bernardo Rossi e os principais assessores de seu governo, em volta havia um certo constrangimento de vários participantes. Sabe-se que muitos torciam, há meses, por esse desfecho – a destituição – como forma de desanuviar o ambiente político. Depois de prisões, condenações, afastamentos e processos cabeludos, envolvendo vereadores e ex-vereadores, causava desconforto o fato de Roni Medeiros ainda ser mantido como presidente da Câmara, apesar de estar impossibilitado até mesmo de entrar na sede do Legislativo, por sentença judicial.

     

    Papai Noel

    De 15 às 19h, Papai Noel vai percorrer a Rua 16 de Março, parte da colaboração do comércio local com o Natal Imperial. E a coleta de doações de materiais de higiene pessoal e fraldas geriátricas para pessoas assistidas por instituições de idosos continuará até o dia 31 de dezembro. As doações podem ser feitas nos barris situados na altura da Galanti, da Nobel e da Adjuve.

     

    Portas abertas

    Além do Palácio de Cristal, que no período do Natal Imperial funciona ininterruptamente, vão abrir hoje para o público o Museu Imperial, a Casa do Colono e a Casa de Santos Dumont.

     

    Última hora

    A julgar pelo movimento do fim de semana e de ontem, os petropolitanos estão entre os 13 milhões de consumidores brasileiros que, segundo a Confederação Nacional das Câmaras de Dirigentes Lojistas, deixaram as compras de Natal para a última hora. É, pelo menos, a esperança dos lojistas.

     

    Efeito colateral

    O jogo, com a derrota do Flamengo, esvaziou as ruas comerciais, no sábado. Deveria ser o grande dia de vendas das lojas.

     

    Restaurante Popular

    O Restaurante Popular, que funciona no Terminal Rodoviário Imperatriz Leopoldina, no Centro, vai abrir hoje, de 9h às 9h30, para o café; com almoço a partir das 9h30, até se esgotarem as mil refeições preparadas. No período de festas, o restaurante só deixará de funcionar nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro.

    Últimas