6 milhões de alunos sem internet no país; Petrópolis teria 4,8 mil estudantes nesta situação

22/jan 02:00

Pelo menos seis milhões de estudantes brasileiros, desde a pré-escola até a pós-graduação, não têm acesso à internet banda larga ou 3G/4G em casa e, consequentemente, não conseguem participar do ensino remoto. Os dados são do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e mostram que o estudo online coloca os mais pobres ainda mais vulneráveis.

4,8 mil alunos em Petrópolis sem internet

Considerando que seria 10% de alunos nesta situação nas redes públicas de todo o país, Petrópolis teria pelo menos 4,8 mil estudantes sem acesso à internet. E considerando os que têm, porém de forma precária, tipo quem só conta com um pacote 3G bem limitado, não há números oficiais de quantos enfrentam esse problema.  Como faz para assistir a todas as aulas? Como paga essa internet?

Bolão

Partisans, logo assim que iniciou o governo interino com Hingo Hammes como interventor, lançamos a seguinte pergunta: quanto tempo vai levar para que se sucumba ao “sistema como ele é”? E levou menos tempo do que as apostas: 15 dias.

Será?

Falando em sistema, Hingo Hammes coleciona uma penca de nomeações de pessoal do ex-prefeito Bernardo Rossi.  E agora já começa a pesar o seguinte pensamento: se fizer exonerações esses apoios serão perdidos?

Contagem

Petrópolis está há 22 dias sem prefeito eleito pelo povo.

O profeta

Dizem que o ex-vereador Márcio Arruda acompanha as agruras da atual legislatura tomando um suco de laranja geladinho e falando a todo instante: “eu avisei”.

Pela segunda vez consecutiva, o petropolitano  Raphael Pontes conquistou o primeiro lugar na categoria Biomech/Orgânica da Tattoo Week, considerada a maior convenção de tatuagem e body piercing do mundo. Este ano, por causa da pandemia, o evento foi realizado de forma online.

Força na peruca

A Fundação Laço Rosa, com o apoio da Enel, está com inscrições abertas para o curso gratuito online profissionalizante em empreendedorismo, chamado ‘Força na Peruca’. São mil vagas distribuídas entre oito cidades, incluindo Petrópolis. Cada aluno encerra o curso tendo produzido pelo menos cinco perucas, um acessório fundamental para quem faz tratamento do câncer. As inscrições vão até o dia 31.

Vidraça

O presidente da Câmara de Vereadores, Fred Procópio, sentiu o peso das redes sociais ao divulgar, em plenário, que estudava a compra de remédios “que previnem” a covid. Defendendo a profilaxia. Tomou tanta pancada que já desistiu.

Acelera, aí

A lentidão com que se tomam decisões do dia a dia na gestão Hingo Hammes, prefeito interino, é motivo de críticas. De dentro e fora do governo.

Bloqueados

O deputado estadual, Márcio Gualberto, do PSL, divulgou que foi curado da covid rezando e tomando remédios sem comprovação científica. Aí teve a postagem bloqueada. Aqui, mais perto da gente, o vereador Octávio Sampaio, do PSL, teve uma postagem em que defende o uso de profilaxia no tratamento da covid, também bloqueada.

Vaquinha para o impeachment

Uma internauta, identificada como apenas como Mariana, abriu uma vaquinha virtual inusitada: com uma finalidade irônica: arrecadar dinheiro para “comprar o Centrão e aprovar o impeachment” do presidente Jair Bolsonaro. Ela diz que se organizar direitinho e os 60% dos brasileiros que desaprovam o governo doarem R$ 1 já dá pra comprar. Vai que funciona?

Um esquilinho em plena Barão de Teffé. Regina Célia registrou o visitante inesperado na janela do seu centro de estética.

Últimas