2021 tem 1.021 mortes por covid, quase o triplo do ano passado

30/ago 01:30

Quem olha assim, de relance, as ruas cheia com gente aglomerando sem máscara pode até achar que a pandemia em Petrópolis acabou. Mas os números desmentem: este ano são 1.021 mortes em apenas oito meses contra 420 registradas ano passado.  Com 298 óbitos, abril foi o mês com mais mortes, mas agora, em agosto, já são 53 mortes. Ano passado, em agosto, foram 26 e estávamos mais mobilizados. Hoje é como se todos tivessem acostumado com as perdas…

Menos leitos

Mas, falando nisso, também reduziu sensivelmente o número de leitos específicos para a doença. A rede pública só tem oito UTIs em funcionamento. Outras 60 estão em hospitais conveniados. Leitos clínicos pelo SUS são hoje 58 na rede própria apenas, já que na rede conveniada não estão mais operando.

Sem vagas

As vagas de internação também continuam faltando na cidade para não covid. A mãe da jornalista Juliana Guimarães, que faleceu domingo, fez um apelo nas redes sociais para conseguir interná-la. No sábado ainda outra família também gravou vídeo apelando para internar um parente em UTI. Ele chegou a ser levado para o Hospital Alcides Carneiro, mas sem UTI, tinha voltado para a UPA.

A frase mais ouvida em todo o país na última semana: supermercados estão com preço de aeroporto. Tá mesmo absurdo. Um Partisans comprou apenas estes dois itens, assim mesmo em pouca quantidade para o almoço do final de semana. O preço do quilo assusta e o jeito é comprar uma fração beeeem pequena.  Gasolina a R$ 7, gás de cozinha a R$ 100 e mais 58% na conta de luz…

Iluminação pública só dia 08

Se os vereadores estiverem certos, a retomada dos serviços de iluminação pública será só depois do dia 08.  O contrato com a empresa que venceu a licitação por R$ 4,6 milhões já foi assinado dia 18, mas o trabalho mesmo… Enquanto isso, muitas ruas sem iluminação, mas com a taxa chegando em dia.

Mais tempo

E o ministro Alexandre de Moraes do Tribunal Superior Eleitoral não está com a menor pressa de ver uma solução para o caso de Bomtempo. Pediu vistas na sessão do dia 03 de agosto e até hoje a matéria não voltou a plenário. E vamos entrar setembro sem a definição. Pelo menos nada está marcado no TSE até o dia 09…

Recados do coração

Pessoal do Vicenzo Rivetti pediu para que a gente mandasse recado aos vereadores eleitos, aos não reeleitos e também a todos que foram usar o conjunto popular e seus problemas como palco para suas campanhas: podem retornar e ajudar a resolver os alagamentos, infiltrações e instalações elétricas.  E estão cobertos de razão. O que não faltou na eleição foi candidato fazendo vídeo no local.

R$ 19 milhões

Pelos cálculos da prefeitura a liberação do FGTS de 2.300 servidores que migraram de CLT para estatutário, junto à Caixa Econômica Federal, ficará em torno de R$ 19 milhões. A Câmara de Vereadores aprovou projeto que altera a Lei Municipal nº 4.401, de 15 de maio de 1986, que previa renúncia dos direitos trabalhistas depositados até aquele momento.

Contagem         

Petrópolis está há 241 dias sem prefeito eleito pelo povo.

Campanha

O vereador Marcelo Lessa está em plena campanha para deputado federal. Nem é confirmado candidato de seu partido, mas toda sessão foca na política nacional e defesa do governo Bolsonaro como se já estivesse na Câmara Federal.  São 120 mil votos de moradores da cidade que elegeram em 2018 deputados federais de fora da cidade.

Aprimoramento

Em tempos de crise e constantes mudanças no mercado de trabalho, se manter atualizado é estar um passo à frente. Por isso, o Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto (UNIFASE) oferece cursos de aprimoramento. A instituição está com inscrições abertas para dois cursos de extensão, um na área de odontologia e outro em hemoterapia, informações já estão disponíveis no site da instituição.

Otimismo

O governo do estado prevê até o final de 2022 investimentos de R$ 70 bilhões. Dos quais R$ 25,5 bilhões são de empresas privadas. Para aproveitar a onda de otimismo e retomada no estado o governo vai concentrar em um grupo especial todos os órgãos envolvidos em licenças para empresas, na capital. E ainda vai levar ao interior 13 agências de desenvolvimento reunindo até 14 órgãos estaduais e municipais. Com 42 mil novas empresas até o momento este ano, o estado quer bater a marca de 70 mil novos negócios ao final de 2022.

E ele está errado? Aproveitou os últimos momentinhos de sol forte antes do tempo virar. Henry Kappaun clicou.

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

Últimas