Niterói em quatro lugares inesquecíveis

Por: Rebeca Gehren

Segunda Feira, 18 de Dezembro de 2017


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Fotos: Rebeca Gehren

Com todas as atenções voltadas para a capital do Rio de Janeiro, a cidade-irmã, localizada do outro lado da Baía de Guanabara, acaba meio subestimada e muitos visitantes perdem a oportunidade de conhecer  lugares incríveis. Niterói tem toda a estrutura e opções culturais de uma cidade grande, mas consegue ter, ao contrário da capital, um certo aconchego dos bairros de cidade pequena. Com 11 km de praia, quase todos os passeios de Niterói têm como panorama de fundo vistas incríveis, uma mais linda que a outra, da geografia singular de montanhas e mares do Rio de Janeiro. Passear na cidade é como andar constantemente em um cartão postal.

Nossa passagem por Niterói foi de um final de semana. Mas também é possível fazer um ótimo passeio bate-e-volta de um dia. A seguir, fizemos uma pequena listinha dos lugares de ouro que você não pode deixar de conhecer em Niterói:


MAC – Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Ir à Niterói e não ir ao MAC é quase um crime. Ícone emblemático do cartão postal da cidade, a construção projetada pelo mestre Oscar Niemeyer abriga exposições que variam ao longo do ano. A visita, que custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), é curta. No interior do museu há apenas um salão central, onde ficam as obras, e no entorno as varandas do MAC, de onde é possível ver a Praia de Ícaraí, a Ilha da Boa Viagem e o Pão de Açúcar ao fundo. É um dos melhores mirantes de Niterói. Para mim, a maior arte do Museu de Arte Contemporânea de Niterói é a própria edificação de Niemeyer – sempre genial!


Fortaleza de Santa Cruz da Barra


Vale muito a pena este passeio! Fica na outra extremidade do MAC. Para chegar lá, você vai passar por várias praias, pela avenida principal que segue pela orla – e, como disse, sempre com o panorama do Rio ao fundo.

A Fortaleza de Santa Cruz da Barra é uma área militar histórica com mais de 400 anos. A edificação foi construída para defesa do território brasileiro e é mais antiga inclusive que a própria cidade do Rio de Janeiro.

O que mais impressiona na fortaleza é a proximidade com o Pão de Açúcar. Se você fizer o percurso de carro, levará cerca de 40 km para ir de um lugar ao outro, mas a verdade é que a distância pelo mar é de apenas 1,5 km!

As visitas acontecem de hora em hora, sempre guiadas por um militar. O valor da entrada é de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).


Parque da Cidade

O nome engana. Não se trata exatamente de um parque, mas de uma área de preservação ambiental de onde você tem uma vista de tirar o fôlego do Rio de Janeiro.

O local conta com duas rampas de vôo livre, de onde muitas pessoas fazem saltos de asa-delta e de parapente. Cada rampa dá vista para um lado da cidade.

Já subi a muitos lugares com visuais incríveis, mas a vista do Parque da Cidade é a mais linda que já vi até hoje! De lá é possível ver a geografia singular da cidade maravilhosa com suas montanhas e relevos transpassados pelo mar… Pão de Açúcar, Baía de Guanabara, Cristo Redentor, Morro Dois Irmãos, Pedra da Gávea, Ponte Rio-Niterói. Tudo em um único enquadramento panorâmico!

A dica é ir no final do dia para ver o espetáculo do pôr do sol.

O parque funciona de domingo a domingo, de 8h às 18h (no horário de verão até às 19h). A entrada é gratuita.


Praia de Itacoatiara

Não conseguimos ir dessa vez porque pegamos um dia inteiro de chuva! Mas a Praia de Itacoatiara não poderia ficar de fora dessa lista e nos fará voltar à cidade nem que seja só para conhecê-la. Eleita como a 12° melhor praia do Brasil pelo TripAdvisor, ela ficou à frente de praias famosas – como a Praia do Forte, em Cabo Frio; a Praia da Barra, no Rio de Janeiro; e a Praia de Canoa Quebrada, no Ceará. As águas do mar de Itacoatiara são fortes – por isso tornou-se destino comum de muitos surfistas. Mas a praia possui ainda duas trilhas: o Costão de Itacoatiara e a Pedra do Elefante – ambas, segundo relatos, possuem vistas incríveis. É, com certeza voltaremos à Nikiti (como é carinhosamente chamada pelos moradores) para fazer este passeio!


VEJA MAIS dicas e roteiros de viagem no blog VIVER E VIAJAR


____________________________

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Jornal Tribuna de Petrópolis.

PAPO DE PESCADOR

Bom dia aos amigos pescadores. Espero que tenham passado uma boa semana e que tenham pescado bastante.Entramos no período da PIRACEMA ou DEFESO...

Maurinho Branco na Câmara

Circula nos bastidores da Câmara Municipal que Maurinho Branco pode pedir exoneração do cargo de presidente da CPTrans e reassumir...

“Lava Jato” petropolitana

Quando teve inicio as operações da Lava Jato, muitas pessoas perguntavam, inclusive políticos, quando chegaria a Petrópoli...

Grande Experiência

Certa vez, no estacionamento de um hortifrúti, tive a honra de conhecer um jovem senhor a bordo de sua motocicleta. Com quase 75 anos de vida e...

Conheci o malandro Tailandês! O esquema do TukTuk

Hoje é o primeiro dia que acordei em Bangkok, com uma ressaca de fuso horário terrível. Para não ficar no quarto e me for&...

Acessibilidade e transporte público

A acessibilidade no transporte público da cidade foi tema de audiência pública, na Câmara Municipal, na manhã do dia...