Mutirão de identificação civil do Detran segue até sexta-feira

Por: Redação Tribuna

Quarta Feira, 17 de Janeiro de 2018


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Foto: Bruno Avellar

Quem chegou cedo ao posto de habilitação do Detran, localizado dentro do Terminal Rodoviário do Centro, conseguiu pegar uma senha para o primeiro dia do mutirão de identificação civil promovido pelo órgão na manhã desta quarta (17). A iniciativa segue até sexta (19) e diariamente serão distribuídas 90 senhas.

A aposentada Terezinha Correa, de 62 anos, chegou no posto por volta de 7h30 da manhã. Acompanhada do neto João Vitor, de oito anos, a aposentada ficou mais de quatro horas na fila antes de ser atendida. "A fila já estava grande quando cheguei, mas só começaram a entregar as senhas às 9 horas. Meu neto precisa do documento e por isso vamos ter que ficar aqui, aguardando, não tem outro jeito", disse. 

A dona de casa Daniela Galdino, de 36 anos, também chegou cedo na fila. Ela conseguiu a senha número 85 para fazer a carteira de identidade da filha Maria Eduarda, de 12 anos. "Estamos desde o ano passado tentando fazer esse documento e nunca conseguia o agendamento. Quando soube desse mutirão pelas redes sociais, não perdi tempo. Muita gente não conseguiu a senha, tivemos sorte", comentou Daniela.

A vendedora Juliana Valone, de 32 anos também estava desde o ano passando tentando emitir o documento para a filha Julia, de 10 anos. As duas chegaram na fila por volta das 8h30. "A fila estava enorme quando chegamos. Esse mutirão foi uma oportunidade", ressaltou.

Os atendimentos no posto de habilitação começam às 9 horas e seguem até 16 horas. Após o atendimento, o cidadão recebe o protocolo que indica o local no qual poderá pegar o seu documento em até 72 horas. De acordo com o Detran, além de Petrópolis e da cidade do Rio de Janeiro outros municípios também estão promovendo o mutirão: Nova Friburgo, Macaé, Volta Redonda, Teresópolis, Cabo Frio, Angra dos Reis, Paraty, Três Rios e Resende. 

Para a emissão da carteira de identidade é preciso levar uma certidão original e cópia: nascimento ou casamento. A certidão precisa ser a emitida mais recentemente. Os pedidos da primeira via da identidade são feitos de forma gratuita. Já os da segunda via precisam de pagamento de DUDA (código 500-2) no valor de R$ 37,15. Os participantes podem comprovar estado de vulnerabilidade social e conseguir a isenção da taxa. Os cidadãos que quiserem acrescentar o número do CPF e do PIS ou PASEP podem levar estes documentos originais para unir à identidade. Menores de 12 anos só podem realizar o serviço acompanhados de seus responsáveis.

Leia também Calçada na Raul de Leoni deve ser liberada em março

A estrutura de ferro que interdita parte da calçada de pedestres, na esquina da Avenida Tiradentes com a Rua Raul de Leoni, deve ser retirada e...

Leia também Após perseguição, Polícia Militar apreende 1,5 kg de maconha no Cascatinha

Durante patrulhamento na Rua Hívio Naliato, em Cascatinha, policiais militares do 26º BPM apreenderam 1,5kg de maconha. Um homem, de 28 an...

Leia também IPTU: pagamento até terça garante 7% de desconto

Contribuintes que ainda não pagaram o Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU-2018) têm até o dia 20 para quitar o tributo gara...

Leia também Má-conservação e falta de marquises no Centro Histórico preocupa petropolitanos

Buracos, goteira e muita infiltração. Este é o estado da maior parte das marquises dos prédios do Centro da cidade. A falt...

Leia também Carro bate e invade loja na Rua Washington Luiz

Um homem, de 26 anos, ficou ferido após o carro que ele dirigia bater na porta de uma revendedora de veículos na Rua Washington Luiz , n...

Leia também Bandidos invadem agência dos Correios em Corrêas

A agência dos Correios, localizada na Rua Dr. Agostinho Goulão, em Corrêas, foi furtada na madrugada desta segunda-feira (19). Os b...